30 abr/15

Palha Italiana com Castanha de Caju

postado por Carol Quartim

Você vai precisar de:

1 lata de leite condensado
100gr de Castanha de Caju moída
80gr de Biscoito de Maizena
4 colheres de sopa de Chocolate em Pó
3 colheres de sopa de Leite em Pó
1 colher de sopa de Manteiga

 

Junte o leite em pó e o leite condensado em uma panela, misture bem. Acrescente o chocolate em pó e a manteiga. Misture bem também e em seguida ligue o fogo. Cozinhe mexendo sempre como um brigadeiro. Quando começar a aparecer o fundo da panela e já estiver mais grosso, junte a castanha de caju e misture mais um pouco. Agora desligue e acrescente o biscoito quebrado com a mão mesmo. Coloque pra esfriar numa assadeira untada com manteiga já esticado na espessura que você vai querer sua palha. Quando frio, corte e passe os quadradinhos no açúcar cristal.




*



Carol Quartim é mãe da Maria, cozinheira, corinthiana e vencedora do programa "Cozinheiros em Ação" do canal GNT

 

29 abr/15

Marisa Orth chega a Ribeirão com "Romance Volume III - Agora vai!"

postado por Diogo Branco

A cantora e atriz Marisa Orth irá apresentar no Theatro Pedro II seu novo show Romance Volume III - Agora Vai ! onde brinca com sua pluralidade artística: sobre o palco, Marisa apresenta sua veia cômica, brinca com o público, mas também traz sua faceta trágica em momentos mais sérios do espetáculo. Tudo isso vem acompanhado de um repertório muito organizado, pensando na dramaturgia proposta.


Foto: Divulgação

O tema não poderia ser mais instigante: o universo amoroso. Conquista, paquera, altos e baixos, fundo do poço.  Marisa já vinha apresentando o tema em outras edições do espetáculo Romance. Nesta edição, que é a terceira, Marisa diz que "tem mais cara de manutenção do relacionamento".
O título sugere que todos os conflitos amorosos são únicos, mas quando olhados de longe são absolutamente iguais. Além disso, espera comunicar como o tema do casamento é hoje tratado pelas pessoas.
No palco, a atriz está acompanhada pelos músicos Xuxa Levy (teclados), Carneiro Sândalo (bateria), Hugo Hori (sopros), Marcos Camarano (guitara),  e Paulo Bira (baixo).  


SERVIÇO
Marisa Orth em Romance Volume III  "Agora Vai!"
Data: 08/05/2015
Local: Theatro Pedro II
Endereço: Rua Álvares Cabral, 370 - Centro
Horário: 21h00
Preços:  

*Platéia, frisa e balcão nobre: R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia);
*Balcão simples e galeria: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia).
Maiores informações: (16) 3977-8111

28 abr/15

O comprimento do estilo Lady Like

postado por Beatriz Oliveira

A saia midi, uma tendência que sempre dividiu opiniões, foi uma das peças que mais vi nas produções das fashionistas nos corredores da São Paulo Fashion Week



Elegante e feminino, o comprimento um pouco abaixo do joelho e no máximo até o meio da canela surgiu nos anos 40, após a Segunda Guerra Mundial, e é um item indispensável no estilo Lady Like.



Estampadas, coloridas, de couro, estilo lápis, rodadas, plissadas, trapézio ou retas, existem estilos para todos os gostos e truques para valorizar todos os tipos de corpos. Então não existem argumentos para deixar a peça de lado por mais um tempo.



A preocupação das baixinhas é na silhueta achatada. O truque é usar comprimentos que sejam um pouco abaixo do joelho, looks monocromáticos (uma única cor da cabeça aos pés) e deixar o máximo de pé à mostra para criar a ilusão de pernas alongadas. 
Como as baixinhas, as gordinhas devem tomar cuidados com as proporções. Caso a peça de cima seja mais justa, escolha uma parte de baixo mais larga. Ou se a parte de cima for mais larga, escolha uma parte de baixo mais justa.






Outra preocupação é o aumento do quadril. Para isso não acontecer, evite os modelos muito volumosos e justos.
Você acha que a saia midi acaba envelhecendo a produção? Abuse das cores e estampas, tops cropped, bolsas e acessórios para complementar. Cintos são indispensáveis para marcar a cintura, o detalhe também evita o efeito achatado.





Já nos pés, saltos sempre será a primeira opção para dar a impressão de alongamento, mas nada impede de você usar sapatilhas ou até mesmo tênis.



Uma it girl apaixonada pelo comprimento midi, é a russa Miroslava Duma, ex-editora da Harper’s Bazaar, E quer saber de uma coisa? Ela mede menos que 1,60 cm, ou seja, sem desculpas para não usar mesmo!  




Ainda está com medo de nã ;o gostar do resultado? Aproveite um vestido com o mesmo comprimento e use uma blusa, tricô ou uma malha por cima. Quem sabe você não acaba pegando amor pela peça.
E se pegar, pode vim aqui me contar, quero saber!



*









Beatriz Oliveira é jornalista e apaixonada pelo mundo da moda
Quer conhecer mais sobre o seu trabalho? É só acessar o site
Cochichos e Brioches

25 abr/15

Fernanda Souza apresenta "Meu Passado Não Me Condena" em Ribeirão

postado por Diogo Branco



Numa espécie de "Stand up" moderno, a global Fernanda Souza apresenta "Meu Passado Não me Condena", onde conta detalhes de sua vida pessoal e profissional de forma engraçada e inteligente. A atriz relembra personagens de sucesso que interpretou ao longo dos seus 25 anos de carreira, e usa a platéia como um confessionário. Sobre o palco, Fernanda derruba a barreira entre artista e público, e mata a curiosidade de seus expectadores sobre como funciona, por exemplo, um roteiro de gravação. São 60 minutos de puro entretenimento, onde humor e emoção se misturam, fazendo com que o público saia do teatro com a seguinte questão: "será que nosso passado nos condena?"

SERVIÇO
"Meu Passado Não Me Condena"
Data: 25/04/2015
Horário: 21h
Local: Theatro Pedro II
Endereço: Rua Álvares Cabral, 370
Preços:
*Platéia: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia entrada);
*Frisa e Balcão Nobre: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia entrada);
*Balcão Simples e Galeria: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia entrada).
Mais informações: (16) 3977-8111



23 abr/15

Gabriela Francheck se apresenta no Teatro Minaz

postado por Diogo Branco

Neste sábado (25/04), a cantora Gabriela Francheck apresenta no Teatro Minaz o seu mais novo show, "À flor da pele". A cantora, que conversou brevemente com o Farofa, garante: "O público pode esperar muita emoção. Cada arranjo foi preparado para extrair o máximo da letra, da melodia, da música. Quem não for vai se decepcionar. É emoção do começo ao fim".



Com a carreira consolidada em sentimentos e fidelidade a tudo o que se propõe a fazer, Gabriela se sente agora mais segura para pisar em terrenos até então desconhecidos. "Estou num momento muito importante na vida. Tanto a pessoal quanto a profissional estão amadurecendo. Me sinto mais segura para cantar músicas mais complicadas, e com letras mais profundas. As coisas tem o tempo certo para serem feitas, me sinto mais próxima disso tecnicamente e com mais vivência para me doar mais na interpretação"No show, Gabriela interpreta canções como "Bolero de Satã" (Cauby Peixoto)  "Filosofia" (Noel Rosa) e "Deus lhe pague" (Chico Buarque), entre outras.  Como de praxe, a cantora escolhe dedo-a-dedo suas canções prediletas, e as organiza de maneira irretocável, fazendo tudo ter sentido durante o desenrolar do show. Sobre a escolha do repertório, Gabriela afirma: "O repertorio foi escolhido a partir de coisas que eu sempre ouvi e sempre quis ter a oportunidade de fazer do meu jeito. Sou muito ligada à poesia, letra... Ainda mais quando vem com a melodia, o tempo certo. São músicas que me embalaram em vários momentos e agora poderei dividir com o público".



A cantora sobe ao palco ao lado dos músicos Leonardo Freitas (piano), Rafael Ramos (baixo), Ricardo Perez (percussão) e Thiago Carbonari (bateria). "A novidade está na formação. Baixo, piano, bateria e percussão. E em quatro musicas que entraram agora, incluindo um arranjo pra 'Amor' que partiu de Cláudio Santoro".



*


Gabriela é reconhecida não apenas pelo talento vocal, mas também pelo seu zelo e capricho com cada detalhe em cima do palco, além de sua notável preocupação pelo entendimento de cada canção, o que lhe garante sucesso como intérprete. Sobre o palco, vê-se uma cantora vivendo na duração da música exatamente o que a letra lhe propõe.
Imperdível, o show começará às 20h30 no Teatro Minaz
.



SERVIÇO
"Gabriela Francheck - À flor da pele"
Data: 25/04
Horário: 20h30
Local: Teatro Minaz
Endereço: Rua Carlos Chagas, 273 - Jardim Paulista
Preço: R$ 20 antecipado e R$ 40 no dia do show.
Informações: (16) 3941-2722 ou (16) 99116-6547



21 abr/15

Começa a festa da escrita de Ruth Rocha

postado por Diogo Branco

Em 2017 Ruth Rocha irá comemorar 50 anos de escrita, mas os festejos irão começar no próximo dia 29, no Itaú Cultural, com a inauguração do projeto 50 anos de Ruth Rocha. Como já se antecipou o Farofa, trata-se de uma série de ações culturais em homenagem a uma das maiores autoras da literatura infantil do Brasil. Jô Santana, ator e idealizador da ação, se utilizou de sucessos literários de Ruth para montar três peças teatrais, um documentário (em fase de produção) dirigido por Evaldo Mocarzel, e uma grande exposição que terá cenografia de J.C. Serroni.



No encontro do dia 29, a atriz
Regina Duarte vai ler um texto em homenagem à escritora e ocorrerá a leitura da peça O Reizinho Mandão, um dos maiores sucessos literários de Ruth, que já tem mais de 130 livros escritos - todos valorizando a criança como um ser inteligente e dotado de senso crítico. Aos 84 anos, Ruth Rocha pode se orgulhar por ter feito tantas crianças sonharem e questionarem sobre seu papel em sociedade.
Em uma entrevista recente ao Estadão, Ruth abre seu sorriso generoso ao balançar em sua cadeira de balanço e afirma:
"Os jovens de hoje tem capacidade de ler. Quem não lê, é porque não quer."



SERVIÇO:
"Ruth Rocha 50 anos"

Peças:

1 - "Reizinho Mandão" 
Estrelado por Luciana Vendramini, Ariel Goldenberg, Rita Pokk, Joana Mocarzel, Jô Santana, Tiago Leal, Rico Malta, Ricardo Gamba e Sonia Ferreira. Música de Aluísio e direção de Roberto Lage. Estreia em agosto de 2015, no Theatro Net.

2- "Dois Idiotas Sentados Cada Qual em Seu Barril"
Estrelado por Paulo de Pontes e Guiliano Caratori. Música de Fernando Esteves e direção de Stella Tobar

3- "Romeu e Julieta" 
O elenco ainda deve ser definido e a direção é de Rachel Ripani.

Documentário:

"Ruth Rocha" 
Direção de Evaldo Mocarzel, com depoimentos de Maurício de Souza, Maria Adelaide Amaral, Dib Carneiro Neto, entre outros. Estreia em 2016.

Exposição:

Cenografia de J.C. Serroni, estreia em 2017.









21 abr/15

''Miranda por Miranda'' chega à Ribeirão

postado por Diogo Branco

O musical que celebra a carreira de Carmen Miranda (1909-1955) chega aos palcos do Theatro Pedro II nesta quinta (23).
Trazendo o intimismo do clima dos cafés-concerto dos anos 40 e 50, Stella Miranda revive, sob a direção de Miguel Falabella, a inesquecível cantora que é reconhecida por ser um dos maiores ícones da cultura nacional.




Stella já havia revivido Carmen em 2001 no musical "South American Way". Desta vez, o espetáculo "Miranda por Miranda" é produzido apenas com músicas laureadas da fabulosa cantora,  mesclando-as com textos curtos sobre sua vida. No palco, Stella é acompanhada por Luciano Andrey, Renato Bellini, Rogério Guedes e Will Anderson, além de uma banda com três músicos.



Os arranjos são de Tim Rescala, que ganhou o Prêmio Shell de direção musical pela peça em 2010. Todas as canções do espetáculo ganharam novos arranjos, e até algumas canções que não são muito conhecidas estão na peça.  A proposta é fazer a plateia conhecer mais sobre a vida da "Pequena Notável".

Em uma entrevista recente ao G1, Stella afirmou: "O espetáculo tem uma trajetória muito interessante porque a Carmen agrada a todos os públicos. É impressionante como ela é realmente um ícone. Ela criou uma identidade brasileira."

*

SERVIÇO

"Miranda por Miranda"
Data: 23/04/2015
Local: Theatro Pedro II
Endereço: Rua Álvares Cabral, 370 - Centro
Horário: A partir das 21h00
Preço: De R$ 20 a R$ 60
Maiores informações: (16) 3977-8111





16 abr/15

Regina Duarte é homenageada em exposição

postado por Diogo Branco

São 50 anos de carreira e de sucesso indiscutível. Regina Duarte, a eterna "namoradinha do Brasil", é homenageada este ano com a exposição "Espelho da Arte - A atriz e o Seu Tempo", com entrada gratuita no shopping Iguatemi em Ribeirão Preto.



Organizada por Ivan Rizzo, ator e fã incondicional da atriz, a exposição conta com mais de vinte horas de vídeos, doze figurinos originais e quase três mil fotos de Regina Duarte, tanto profissionais quanto pessoais. Tudo é organizado cronologicamente e dividido em 11 ambientes. Para a própria atriz, a parte mais marcante é o painel de abertura. "Aquilo me impressiona um pouco. Tem capas de revistas, fotos pessoais que receberam retoques profissionais. É impressionante a quantidade de imagens" disse Regina em uma entrevista ao Estadão. 



A atriz contou também que cedeu muito material para a exposição, incluindo cadernos de recortes da mãe, que guardava tudo a respeito da filha desde a época em que Regina fazia teatro amador em Campinas. Ivan, além da ajuda a atriz, também foi buscar material no Centro de Documentação da TV Globo, da TV Cultura, e ainda conseguiu um filme feito na Argentina estrelado pela atriz, que nunca foi exibido no Brasil.



Viúva Porcina, Malu, Maria do Carmo... são muitas personagens de destaque vividas pela atriz, e todas elas são devidamente relembradas na exposição. Imperdível.





SERVIÇO
Exposição "Espelho da Arte - A atriz e Seu Tempo"
Data: De 14 de Abril a 10 de Maio
Local: Shopping Iguatemi Ribeirão Preto 
Endereço: Av. Luiz Eduardo de Toledo Prado, 900, Vila do Golf
Entrada gratuita.
*Horários de visitação: segunda a sexta das 12h às 22h; sábado das 10h às 22h; domingos e feriados das 12h às 20h.




15 abr/15

Receita de Pão de Queijo

postado por Carol Quartim

 
Você vai precisar de:
500g de polvilho azedo;
1 xícara de leite;
1 xícara de água;
1/2 xícara de óleo;
1 colher de chá de sal;
3 ovos ligeiramente batidos;
400g de queijo meia cura;
200g de Parmesão Ralado (tem que ser parmesão ralado em ralo mais grosso, não pode ser de saquinho) 

Modo de preparo:
Numa panela coloque o leite, a água, o óleo e o sal, leve ao fogo até ferver. Enquanto isso peneire o polvilho numa tigela. Junte a mistura quente ao polvilho misturando com uma colher de pau. Depois vá mexendo com as mãos até sentir que está morno. Agora junte os ovos aos poucos. Sim, vai ficar bem melecado. Mas o resultado compensa. Agora misture o meia cura ralado e leve a geladeira (coberto) pra ficar firme e poder fazer as bolinhas. Na hora de fazer as bolinhas passe depois as bolinhas no parmesão ralado, e enrole com as mãos novamente, pra que o parmesão grude nas bolinha. Coloque-os em assadeira sem untar. Asse em forno pré-aquecido a 180 graus por 30 minutos. 


Casquinha crocante e recheio macio. Do jeito que a gente gosta. 






*





Carol Quartim é mãe da Maria, cozinheira, corinthiana e vencedora do programa "Cozinheiros em Ação" do canal GNT. IG: @carolquartim

14 abr/15

Love it ou Hate it

postado por Beatriz Oliveira

Quem nunca deu o braço a torcer falando que nunca usaria uma peça e depois de algumas semanas se deu conta que havia até dois modelos em seu armário?

Não é sempre que uma tendência agrada a todos logo de cara e acaba entrando para aquela lista “Love it ou Hate it”. Por algumas você acaba se apaixonando e outras, apesar das milhares das tentativas, você prefere deixar mesmo de lado. Até porque não significa que por estar na moda seja uma obrigação sua usar. Cada pessoa tem a sua personalidade e usa a moda do seu jeito.



Além da escrita, eu compartilho outro amor com a personagem Carrie Bradshaw da série Sex and the City: sapatos. Estava olhando dois modelos e percebi que eles se encaixam muito bem nessa classificação.

Slides
Que o Birkin andou arrancando suspiros por aí nós já sabemos. Agora outro “chinelo” dos anos 90 que está ocupando seu espaço no mundo da moda são os slides.



Você deve estar se perguntando de onde você se lembra de ver um modelo igual. Pode recorrer aos álbuns de família, porque o modelo é parecido com aquele Rider que o seu avô ou o seu pai costumava usar.
Confortáveis e práticos sãos as primeiras características que veem a mente para descrevê-los. E o modelo já tem um queridinho, o Adilette Slide, da Adidas.
Para combinar é super fácil, pois ele é usado com produções básicas. Mas não fique só no estilo esportivo, dá sim para usar a sandália com uma saia rodada, bem lady like.



Salto tratorado
Saindo do básico e dando um pulo para o salto tratorado. O nome é por causa da comparação entre as suas ondulações e os pneus de um trator. As botas são as preferidas, mas o salto também aparece em outros tipos de sapatos.



Não fique presa a produções rockers, apesar de ser um sapato "pesado", você pode equilibrar com peças mais românticas. Ou até optar pelos modelos brancos que dão sensação de serem mais "leves".



Quer aderir a tendência, mas não quer chamar tanta a atenção? Escolha um modelo mais discreto e fechado. 



O que vocês acharam? Qual dos dois vocês usariam? 

Escreva para farofaculturalribeirao@gmail.com



*




Beatriz Oliveira é jornalista e apaixonada pelo mundo da moda.
Quer conhecer mais sobre o seu trabalho? É só acessar o site
Cochichos e Brioches






13 abr/15

H.A.M.L.E.T - Crítica de teatro

postado por Mateus Barbassa

H.A.M.L.E.T nos apresenta o famoso personagem de Shakespeare desapropriado de si mesmo. Ele é quem? Seu nome, apenas? Seu passado, apenas? Hegel já havia problematizado a questão ao nos apresentar o conceito de “autocastração” em que o EU só surgiria como resultado dessa castração. Daí que a adaptação de Roberto Alvim evidencia isso ao transubstanciar o ponto central da obra. Já não importa mais “o ser ou não ser?”, o ponto é exatamente outro. Aparentemente anterior. Mas não se enganem. A questão é a própria questão. “Qual é a questão?”



Se em Shakespeare o furo do real se dava no momento em que o protagonista se deparava com o túmulo de Ofélia, aqui se dá no estado catatônico de Hamlet. Lacan escreveu que “não há sujeito sem, em alguma parte, afânise do sujeito, e é nessa alienação, nessa divisão fundamental, que se institui a dialética do sujeito.” Sim. Voltamos à castração. Sim. Ao desejo sexual e seu desaparecimento. Mostrados brilhantemente na direção de Juliana Galdino, sobretudo na excelente cena em que a projeção da Ofélia de Hamlet canta para ele em seu leito... É uma cena singela. A canção pinçada da versão de Kenneth Branagh para o clássico e interpretada no filme pela atriz Kate Winslet, aqui se amplia, já que no filme ela canta no momento em que seu pai é morto e na peça, a canção torna-se uma espécie de lamento fúnebre para o próprio Hamlet ou para o desaparecimento do desejo entre dois.
 
Na versão de Alvim e Galdino tudo se passa num estado mental do protagonista. As personagens da obra são as versões dele desses personagens. No entanto, essa atmosfera febril talvez seja a única que não nos queira enganar. Freud em seu ensaio sobre o “Fetichismo” nos alerta que com a exceção da angústia todos os outros afetos são passíveis de engano. E como a surge a angústia? Quando compreendemos a sensação de que o trono está vazio. E o que há depois disso? Morrer? Dormir? Sonhar? Não sei. Mas talvez nessa versão condensada, transubstanciada, a resposta esteja no confronto com o outro, com a alteridade radical, nesse desmascaramento, no apagar das memórias, na invenção de si mesmo, uma forma angustiada de se afastar de qualquer ilusão de intimidade. 



*



Mateus Barbassa é ator, diretor teatral e crítico de cinema.


10 abr/15

''Tribos'', com Antônio Fagundes, chega à Ribeirão

postado por Diogo Branco

Nos dias 10 e 11 de abril, Ribeirão Preto recebe o ator global Antônio Fagundes, em  turnê com a sua peça "Tribos", laureada pela sua inovação e acessibilidade. A peça está em cartaz no Theatro Pedro II, e os ingressos variam entre R$ 40 e R$ 100.


Foto: Jairo Goldflus/Divulgação


Tida pela crítica como "uma perturbadora e divertida comédia", a trama relata a vida de Billy (papel de Bruno) , um surdo numa família de ouvintes. Os pais, politicamente incorretos (vividos por Antonio Fagundes e Eliete Cigaarini) o criaram em um casulo e não se conformam com a dependência dos outros dois filhos (Guilherme Magon e Maíra Dvorek). A situação se desestabiliza de vez quando Billy se apaixona por Sílvia (Arieta Correa), uma jovem prestes a ficar surda devido a uma doença. Sob a direção de Ulysses Cruz, Fagundes brilha ao aproveitar o histrionismo do personagem, assim como Bruno se destaca ao interpretar um jovem surdo em busca de identidade.




SERVIÇO
"Tribos"
Data: 10 e 11 de abril
Horário: 21h
Local: Theatro Pedro II
Endereço: Rua Álvares Cabral, 370 - Centro
Preços: De R$ 40 a R$ 100
Maiores informações: (16) 3977-8111


No sábado, a peça terá a presença de uma intérprete de libras.

*

09 abr/15

Começa hoje a venda de ingressos para o Rock in Rio

postado por Diogo Branco

Quem está ansioso para a sexta edição do Rock in Rio deve ficar atento e conectado à internet. À partir das 10h de hoje, as vendas começam através do site oficial do festival (clique aqui). Os ingressos custam R$ 350 a inteira e R$ 175 a meia entrada. Em 2013, os ingressos se esgotaram nas primeiras quatro horas de venda online. Serão 85 mil ingressos disponíveis para cada uma das sete noites do festival. 

O festival começa no dia 18 de setembro, e segue até o dia 27. Entre as atrações principais estão Queen + Adam Lambert (o grupo inglês vem ao Brasil com os membros da sua formação original e Adam Lambert, cantor revelado pelo programa American Idol), Elton John, Rihanna, Katy Perry e Metallica. O festival comemora 30 anos, e os artistas brasileiros farão uma homenagem na noite de abertura (18).





Confira a programação do Rock in Rio 2015:


DIA 18/09/2015

Shows no palco MUNDO
- Queen + Adam Lambert;
- One Republic;
- The Script;
+ Abertura do Rock in Rio 30 anos com os artistas: Ivete Sangalo, Paralamas do Sucesso, Rogésio Flausino, Frejat, Erasmo Carlos, Blitz, Samuel Rosa, George Israel, Andreas Kisser, Ney Matogrosso, Ivan Lins e Tony Belotto.

Shows no palco SUNSET
- Homenagem à Cássia Eller;
- Show com participações de Lenine, Nação Zumbi e Martin Fondse;
- Show de IRA! , Rapin Hood e Toni Garrido;
- Dônica e Arthur Verocai.




DIA 19/09/2015

Shows no palco MUNDO
- Gorija;
- Metallica;
- Motley Crue;
- Royal Blood.

Show no palco SUNSET
- Show de Korn;
- Show de Ministry;
- Show de Angra com Dee Snider, Doro Pesch;
- Show de Noturnall e Michael Kiske.




DIA 20/09/2015

Shows no palco MUNDO
- Rod Steward;
- Elton John;
- Paralamas do Sucesso.

Shows no palco SUNSET
- Show de John Legend;
- Show de Magic!;
- Show de Baby do Brasil;
- Show de Alice Caymmi e Eumir Deodato.




DIA 24/09/2015

Shows no palco MUNDO
- Sistem of a Down;
- Queens of the Stone Age;
- Hollywood Vampires;
- CPM 22.

Shows no palco SUNSET
- Deftones;
- Lamb of God;
- Halestorm;
- Project 46 e John Wayne.




DIA 25/09/2015

Shows no palco MUNDO
- Slipknot;
- Faith no More;
- Mastodon;
- De la Tierra.

Shows no palco SUNSET
- Steve Vai e Camerata Florianópolis;
- NightWish e Jukka Nevelaine;
- Moonspell e Derrick Green;
- Show de tributo aos filmes de terror com André Moraes, André Abujamra, Constantine Maroullis e The Heavy Metal Allstars.




DIA 26/09/2015

Shows no palco MUNDO 
- Sam Smith;
- Rihanna;
- Sheppard;
- Lulu Santos.

Shows no palco SUNSET
- Sérgio Mendes e Carlinhos Brown;
- Angélique Kidjo;
- Erasmo Carlos e Ultraje a Rigor;
- Brothers of Brazil.




DIA 27/09/2015

Shows no palco MUNDO
-  Katy Perry;
- A-ha;
- Robyn;
- Cidade Negra.

Shows no palco SUNSET
- Al Jarreau;
- Aurea, Boss + AC
- Suricato e Raul Midón.




*Mais bandas e atrações podem estar confirmadas na lineup do festival. 




07 abr/15

Bastidores

postado por Juliana Sfair

 
O que ficará do tempo? O que ficará no tempo?
A pele não será mais a mesma, o corpo que absorve o cansaço de anos começará a dar sinais de esgotamento. Qual o propósito da vida?
O tempo é diferente para todos nas ruas, na praia, nas tardes silenciosas, nas noites estreladas. O que você fez com o tempo? O que eu fiz com o tempo?
Aprendi que disciplina é anotar metas no papel, riscando o que já foi executado; exerce um efeito perfeito e calculado quando nos deparamos com os dias.

Para todo grande êxito, existem muitas escolhas e recusas nos bastidores da VIDA.


 
Juliana Sfair

Foto by Impressione Books e Fotos

 

07 abr/15

Sesc recebe Circuito Indie Festival 2015

postado por Diogo Branco

Criado em 2001, no Sesc de Belo Horizonte, o Circuito Indie Festival cria um expaço para as produções cinematográficas independentes.







Expandindo agora suas atividades para um prazo maior do que o habitual, o festival leva este ano suas atividades para cinco unidades do interior de São Paulo, entre elas, a unidade do
Sesc Ribeirão Preto.  De 7 a 28 de abril, serão exibidos, gratuitamente, oito filmes que se destacaram na edição anterior do festival.  São eles (em ordem de exibição):

"Ida"
Um filme de Pawel Pawlikovski
(Polônia/Dinamarca - 2013) - Classificação: 14 anos

Às vésperas de assumir seus votos e compromissos como freira no convento onde foi criada, Anna é levada a conhecer sua única parente viva – sua tia Wanda. A partir de Wanda, Anna descobre revelações impressionantes de seu passado, atado ao passado da Polônia nos anos de dominação nazista, e vai em busca de respostas e do túmulo de seus pais, em sua cidade natal. Nessa jornada, Anna encontra uma nova identidade, um amor e começa a questionar seu futuro.
Dia 07/04 (terça), às 19h
Assista ao trailer clicando
aqui

*

"Vic+Flo viram um urso"
Um filme de Denis Cotè
(Canadá, 2013) - Classificação:14 anos

Victoria acaba de deixar a prisão. Ela tem 61 anos e quer começar uma vida nova. Vai para a casa de um tio, já doente e inválido, em uma típica “cabane à Sucre” desativada no meio da floresta canadense. Vic espera viver ali com sua amante mais jovem Florence, sua ex‐ companheira de cela com quem dividiu anos de intimidade. Mas o passado volta para assombrar Flo e sinais de ameaça iminente começam a surgir.
Dia 07/04 (terça) às 21h
Assista ao trailer clicando
aqui


*

"Heli"
Um filme de Amat Escalante
(México/França/Alemanha/Holanda, 2013) - Classificação: 18 anos

Estela tem 12 anos, vive em uma pequena cidade mexicana e está perdidamente apaixonada por um jovem cadete da polícia. Ele quer fugir com ela e se casar. Para realizar o seu sonho, ele desvia alguns pacotes de droga. A família de Estela terá que enfrentar a violência que devasta a região.
Dia 14/04 (terça), às 19h
Assista ao trailer clicando
aqui

*

"Nick Cave: 20.000 dias na Terra"
Um filme de Iain Forsyth e Jane Pollard.
(Reino Unido, 2014) - Classificação: 14 anos.

Um vislumbre da mente de Nick Cave, compositor lendário, estrela do rock e líder da banda The Bad Seeds. O filme acompanha Cave por um dia fictício, entre o real e o imaginário, sessões de análise, encontro com músicos, dirigindo seu carro para passageiros especiais, falando do presente e do passado, enquanto busca por inspiração. Uma chance única de conhecer o processo criativo de um dos músicos mais inventivos de nosso tempo.
Dia 14/04 (terça), às 21h
Assista ao trailer clicando
aqui

*

"Um episódio na vida de um catador de ferro-velho"
Um filme de Danis Tanovic
(Bósnia/França/Eslovênia/Itália, 2013) - Classificação: 10 anos.

A família Mujic, de origem cigana, vive na periferia dos centros urbanos na Bósnia e Herzegovina. O pai Nazif vive de catar metais de carros velhos e vendê-los a um ferro-velho. A mãe Senada mantém a casa arrumada, cozinha e cuida de suas duas filhas pequenas. Um dia, ela sente uma dor aguda no abdômen. Na clínica, lhe dizem que há algo errado com o bebê que ela está esperando: “ele está morto.” Ela está em risco de septicemia e deve ser operada imediatamente. Mas Senada não tem seguro médico e a operação vai custar muito mais do que a família pode pagar. O chefe do hospital se recusa a tratá-la. Começa uma corrida contra o tempo. Baseado em fatos reais.
Dia 21/04 (terça), às 14h30
Assista ao trailer clicando
aqui

*

"Nós somos as melhores"

Um filme de Lukas Moodysoon
(Suécia, 2013) - Classificação: 12 anos.

Bobo e Klara, duas garotas suecas de 13 anos, querem montar uma banda punk, mesmo que todos digam que o punk morreu. Elas cortam seus cabelos em estilo moicano e recorrem à música para protestar e vencer o tédio. Mas, na verdade, as garotas não sabem tocar nada. Para melhorar a qualidade da banda, chamam a tímida e certinha colega Hedvig, brilhante na guitarra. Uma história sobre as dificuldades e encantos de crescer e não se encaixar em lugar nenhum.
Dia 21/04 (terça), às 16h30
Assista ao trailer clicando
aqui.

*

"Apenas o vento"
Um filme de Benedek Fliegauf
(Hungria, 2012) - Classificação: 16 anos

Em uma aldeia húngara, as notícias sobre o assassinato de famílias pobres de origem cigana se espalham rapidamente. Ninguém se manifesta sobre a possível identidade dos assassinos e os crimes parecem ter motivação racial. Mari mora com seu pai inválido e os dois filhos em um barraco, localizado em um bosque fora da cidade. Ela faz malabarismos com seus dois empregos e tenta manter sua rotina em meio à ansiedade da ameaça de violência.
Dia 28/04 (terça), às 19h
Assista ao trailer clicando
aqui

*

"Deixe a luz acesa"
Um filme de Ira Sachs
(EUA, 2012) - Classificação: 18 anos

A trajetória emocional e sexual percorrida por dois homens que vivem experiências de amor, dependência e amizade. O documentarista Erik e o enrustido advogado Paul se conhecem casualmente em Nova Iorque. O que a princípio poderia ser apenas um encontro sexual fortuito, torna-se um relacionamento sério. Quer individualmente, quer como casal, Erik e Paul vivem intensamente todo tipo de riscos – compulsivamente e incitados pelas drogas e pelo sexo. Numa relação de quase uma década, marcada por altos e baixos e por padrões disfuncionais, Erik procura negociar os seus limites, enquanto busca a sua verdade.
Dia 28/04 (terça), às 21h
Assista ao trailer clicando
aqui



SERVIÇO
Circuito 2015 Indie Festival
Data: Dias 7, 14, 21 e 28 de abril.
Local: Galpão de Eventos do Sesc
Endereço: Rua Tibiriça, 50 - Centro
Entrada gratuita. Retirada de ingressos uma hora antes na Bilheteria do Sesc.